Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

O que é história

Objeto – o homem.
Fontes – tudo o que é relacionado ao homem.
História – interpretação dessas fontes.

Não é interessante buscar um objetivo simples para a História, como, por exemplo, dizer que ela serve para conhecer o passado e entender o presente. História é uma matéria que não se limita a explicar o que somos, é um instrumento que trabalha com todas as outras faculdades. Também não se trata somente do passado, pois um acontecimento presente pode trazer luz a uma nova interpretação sobre algo que já ocorreu. Desse modo, ela é um instrumento contínuo de aprendizado sobre tudo o que é relacionado ao homem.
Mais do que tudo, é importante saber que a História não é a verdade; ela busca a inatingível concepção de verdade, valendo-se do compromisso da sua metodologia que, por sofrer inúmeras mudanças, acaba por ser reescrita ao longo dos anos. É por isso que é importante atualizarmos nossos livros de história.
Ao longo dos anos, fomos bombardeados com inúmeros conceitos históricos, quase todos em função da mentalidade eurocêntrica. Dois deles merecem destaque: os termos “civilizado” e “progresso”; eles foram criados para se ter uma sensação de superioridade de alguém sobre outrem. Oriundos do século XIX, em meio ao pensamento positivista do apego à ciência e à verdade absoluta, essas palavras justificaram o neocolonialismo e outras atrocidades, como o nazismo.
Pensando assim, temos de lembrar de que não condizem com a História questões como inferioridade e superioridade, que serviram de base para muitas “guerras justas”. A comparação deve ser feita de modo construtivo, e não hostil, como uma arma.
Para melhor estudar a História, é importante não ter objetivos em nossas mentes, não estudar somente para uma finalidade, para perceber quando há uma interpretação tendenciosa. Assim, qualquer fonte lhe será útil, e o produto de seu estudo será o melhor possível.
Portanto, a História é como o próprio homem – uma constante transformação metodológica que convida qualquer um a olhar para dentro de si ou para a humanidade. A função que você dará para ela é escolha sua.

45 comentários:

Anônimo disse...

legal esse coseito sobre a historia bem interesante legal

Anônimo disse...

Rafael Giovannini

bom no meu modo de ver a historia se baseia em "fatos momentâneos" hoje ou amanhã tudo pode mudar por completo, só que as fontes falsas podem ser consideradas verdadeiras por muito tempo e quando forem desmentidas podem chocar e fazer nós pensarmos sobre outro ponto de vista abrindo um novo leque de interpretações históricas e sociais.
uma coisa que eu acho errado na maioria dos livros a historia é só vista pelos olhos dos vencedores não pelos perdedores você não encontra a visão da Alemanha da época da segunda grande guerra você na maioria das vezes encontra a versão européia ou americana,esse é o pior ponto que eu acho dos livros e de algumas interpretações históricas que só visam o lado dos vencedores assim diminuindo as opções de interpretação.

VitinhoxD_8A disse...

Já falo tudo sobre isso... só acrescenta q história é uma das melhores aulas do colégio!!



Obs: Seu blog fico mto legal!!


Vitinho-8°A

Nii. disse...

Eu acredito que a história seja vários fatos juntos independente do tipo de fato

Biel disse...

Olha, eu gostei muito do seu comentário, ele explica muito bem oque é história oque as vezes é difícil explicar dentro da classe pela conversa.
Abraços Gabriel Pontelli

Germano disse...

@Rafael Giovannini
Sim isso seria interessante, mas a história dos derrotados é apagada propositadamente.

Brenda disse...

Bom, eu achei o blog bem bacana sem contar que ele tem uma forma melhor de nos ajudar a entender melhor a História.

Beatriz, 9ºB

Bella disse...

eu gostei muito do seu comentário.
Concordo que a historia sempre é modificada, com base nos novos conhecimentos, e que é incerta, pois muitos fatos se perdem com o tempo.
Nao entendi uma parte:
"Oriundos do século XIX, em meio ao pensamento positivista do apego à ciência e à verdade absoluta, essas palavras justificaram o neocolonialismo e outras atrocidades, como o nazismo."
(Justificaram como???)
Isabella 9º B

Martha_ ;) disse...

Concordo! Não podemos usar a história apenas para estudar o passado, afinal, a história é o ontem, o hoje mas é o amanhã também! Na minha opinião história é o que somos, o que fazemos e como vivemos em relação a sociedade aonde estamos. História, além de ser uma matéria escolar,é a fonte de aprendizagem de todo ser que é considerado humano. Para mim, história é ciência, geografia, português... História é vida, afinal, tudo que vivemos até agora é uma história.

Bia disse...

Bom, eu achei o blog muito bacana, pois ele nos mostra uma maneira melhor de entender a História.

Beatriz, 9ºB

MARI (: disse...

Na minha opinião o que está acontecendo hoje, em 2010, no futuro vai virar passado, e não se tem uma definição pra história, é uma sequência de fatos, que acontecem todo ano ou que já aconteceram há 200 anos atrás que ficam marcados refletindo sempre nas civilizações seguintes.
Mariana Nogueira 9°B

Maíra disse...

Maíra 9b
eu ahei muito interresante essa maneira do professor nos explicar a Historia , com esse ponto de vista fica bem mais facil e dinamico , compriender a materia

Larii*.*^^ disse...

sei lá a Historia assim como a cinencia muda +ou - você pode acrescentarm mais coisas a ela e tirar, mas sempre tem alguem que aprendeu daquele jeito e não ta disposto a mudar um exemplo seria um cara que passou a vida dizeindo que plutão é um planeta dai chega um cara e diz que não é mais considerado isso...o cara que passo a vida aprendendo pode acabar dizendo pro filho que poden mentir a respeito disso...

ahh mais a coisa de nunca falarem do lado do perdedor é muito interessante tambem...
larissa 9ºB

Anônimo disse...

É, eu tambem acho que os lirvos de história deveriam mostrar os dois lados dos paises que guerrilham,tanto o vencedor como o perdedor. Mais concordo com oque o rafael disse, está completamente certo o pensamento dele! Todos que participaram deste período da historia(o país perdedor e o vencedor) deveriam, obrigatoriamente, continuar fazendo parte da historia nos livros de hoje em dia.Nçao podiam ser apagados propositadamente, mas fora isso o texto esta muito bom!!

Gabrielle 9° ano B

Germano disse...

@Bella
As palavras "civilização" e "progresso" foram usadas em nome de barbaridades.

Germano disse...

@Gabrielle 9° ano B
Sim, o texto também concorda com o Raphael.

Bella disse...

Martha eu concordo e tambem acho que nós fazemos historia o tempo todo, já que o presente será o passado!!

Bia disse...

Eu concordo com a Martha, pois tudo que fazemos agora é História.

Anônimo disse...

Eu concordo plenamente com a Martha.
Pontelli 9ºB

Bella disse...

o que vocês acham da prisao de Arruda??? Eu acho que foi ótimo, mas nesse país não tem igualdade então com certeza ele vai se dar bem...ou sair rapidinho da prisao

Bia disse...

Germano, você pode pro favor me explicar de novo aquela matéria que você passo hoje sobre a Alemanha, porque eu não entendi direito.

Obrigada, Beatriz 9ºBpho

Germano disse...

@Bia
Não rola de fazer isso por aqui porque senão todos os alunos poderão fazer o mesmo e seria como se eu desse aula em tempo integral. No colégio não há problemas, mas se eu abrir esse precedente, de refazer as aulas da classe no site, pode haver alunos que nem irão assistir às aulas. Dúvidas sobre matéria dada em sala de aula, só em sala de aula.

Anônimo disse...

Germano, posta mais teextos
Abraços Pontelli

larissa disse...

martha tambem concordo, a Historia é passado, mas tambem é presente..pois o presente passa e o futuro vira presente

Anônimo disse...

Rafael Giovannini disse:

uma coisa que eu acho errado na maioria dos livros a historia é só vista pelos olhos dos vencedores não pelos perdedores você não encontra a visão da Alemanha da época da segunda grande guerra você na maioria das vezes encontra a versão européia ou americana,esse é o pior ponto que eu acho dos livros e de algumas interpretações históricas que só visam o lado dos vencedores assim diminuindo as opções de interpretação.
___________________________________

Concordo em partes com você, mas os livros, a meu ver, não devem mostrar o lado da Alemanhã Nazista na Segunda Guerra Mundial pois criariam brechas para o surgimento de novos seguidores do nazismo.


Infelizmente, o povo é convencido facilmente. Nas Olimpíadas de Berlim, os alemães (arianos) conquistaram muitas medalhas, muitas mesmo. Hitler incentivou muito os esportes para provar a sua superioridade, e os alemães conseguiram conquistar muitas medalhas(essa última frase não é citada nos livros didáticos). O quê pensariam os alunos que não sabem interpretar um fato corretamente? Pensariam a acrediar que a "raça ariana" é superior, mas não pensariam que o incentivo de Hitler é que os fez ganhar muitas medalhas.

Alguns detalhes não devem ser citados nos livros didáticos, pois tem que ser tratados com muita cautela, senão causariam diversos transtornos.

Eric. 1ªA

Lucas Rosamilha disse...

@Eric
Concordo com o que vc disse das Olimpíadas em Berlim, já que Hitler conseguiu incentivar e muito os atletas para a própria, e a Alemanha ganhou muitas medalhas, apesar de nenhum livro constatar isso e até a maioria das pessoas nem sabe disso. E pensando bem é melhor que não apareça nos livros, porque como vc disse, pode ser mal interpretado.

@QUERIDO PROFESSOR
Vc já tinha falado algumas coisas sobre "O que é História" na aula, e até parece que vc não gosta muito da Europa! Eles podem ter trazido várias coisas ruins, como nazismo e fascismo mas se não fossem eles eu provavelmente nem estaria aqui no Brasil, ou seria um índio. E já nos dias de hoje, a Europa é melhor em alguns aspectos, como eu também acho que o Brasil é em outros.

Lucas Rosamilha 1ºB

Germano disse...

@Lucas Rosamilha
"e até parece que vc não gosta muito da Europa!"
Parece até uma obrigatoriedade gostar da Europa. Essa sensação sai porque critico bastante ela, mas uma coisa não se relaciona com a outra.

Paula disse...

Uma vez, eu estava lendo um livro que, a personagem dizia não gostar de História, pois ela não vía muito sentido em ficar olhando para o passado !Bom, acho que eu concordava com ela, não pelo fato de não gostar de História, mas sim em ficar olhando para o passado.
Nós sempre estudávamos o passado em História, eu sinceramente não vía antes o presente,o hoje na História.
Enfim, após algumas aulas do ano passado,deste ano e a leitura deste texto também, eu mudei de idéia !Agora vejo de outra forma a História !
É isso !

Paula 1A.

Júlia Calçade disse...

Concordo com a Paula, para ser bem sincera eu nunca gostei muito de história. Não via a graça de ficar vendo o passado quando fatos importantes aconteciam no presente aqui e agora!
Eu sempre achei que História baseava-se na frase: "História serve para conhecer o passado e entender o presente." como diz no texto.
Mas agora eu estou começando a entender que História não é apenas olhar para o passado, e sim tudo que é relacionado ao homem, e que a História está em constante mudança, pois um simples fato que pode acontecer agora, pode mudar nossos livros de História! =)

beijoss
Júlia 1A

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Abner disse...

@Larii*.*^^
Eu acho que voce esta errada quando vc diz que podemos acrescentar ou tirar coisas da historia; nos nao podemos simplismente tirar um fato da historia e mudar o passado; nao podemos simplismente dizer, por exemplo, ''hitler foi uma grande mentira'' sendo que nao foi uma mentira. A questao de plutao tem a ver com a ciencia e nao com historia, se o cara falar hoje que plutao nao e um planeta podem acreditar ou nao mas so saberemos se e ou nao um planeta se alguem conseguir chegar la e voltar pra confirmar. A ciencia e uma questao que pode ou nao ser verdade a historia aconteceu e nao tem como mudar o que aconteceu a varios anos atras.

Abner 1ºB

Giancarlo disse...

Nunca gostei de História. Mais agora, vendo uma aplicação da História no dia-a-dia, vejo que a História é uma matéria fantástica e necessária para o desenvolvimento.


@Germano

Mais não é de se negar que a Europa, mesmo sendo berço do Nazismo e Facismo, trouxe grandes descobertas, pensadores, tecnologias e muitas coisas que hoje se tronam indispensáveis em nosso cotidiano. E mesmo o Nazismo e Facismo, trouxeram desenvolvimento para o mundo todo.

Giancarlo 1ºA

Daniel disse...

Germano, gostei do você escreveu no "O que é história", achei muito legal. Vc colocou que "história não se trata somente do passado". Mas a base da história está nos acontecimentos passados. Ou não está?

Daniel Lemos - 9A

Germano disse...

@Daniel
Somente nao. Afinal, o historiador está no presente. A construção é feita no presente.

VitinhoxD_8A disse...

O dicionário de língua portuguesa Houaiss define História como sendo o conjunto de conhecimentos relativos ao passado da humanidade, segundo o lugar, a época e o ponto de vista escolhido. Já a enciclopédia colaborativa Wikipédia descreve: “a História é o estudo da ação humana ao longo do tempo” por meio da avaliação de processos e de eventos ocorridos no passado. O filósofo Arthur Schopenhauer acreditava que “o que a História conta não passa do longo sonho, do pesadelo espesso e confuso da humanidade”. E o imperador francês Napoleão Bonaparte afirmou: “a História é um conjunto de mentiras sobre as quais se chegou a um acordo”. Afinal o que realmente é a História?

*!Leleka!* disse...

Eu acredito que hitoória é a interpretação de fontes, tanto no passado como no presente.Não podemos afirmar que há uma verdade absoluta,porque novas fontes podem surgir e com isso uma nova interpretação

Alessandra 8°B

Juuh Freire ♥ disse...

Meu eu SEMPRE gostei de historia, mas antes eu nao conseguia ter uma opiniao propria e tambem nunca sabia em que lado eu deveria acreditar pois sempre aparecia um fato que contrariava o outro. Desde o ano passado que começamos a ter aula com o Germano ele me fez enxergar a historia de um modo completamente diferente e isso fez com que eu tivesse minha opiniao propria e soubesse argumentar sobre ela. Ta, boa parte da historia nos ajuda a entender o passado, mas como ja disseram, ela se modifica a cada instante, tudo que nos fazemos segundos depois vira historia, mas nós estamos focados em questoes que foram importantes e de interesse mundial, coisas que fizeram ocorrer transformaçoes no planeta.. sejam elas boas ou ruins!
Eu tenho que concordar com o Abner, agente nao pode simplismente chegar e negar os fatos, eu acho que nos deviamos aprender com esses fatos, pois com eles podemos melhorar nossos conceitos e fazer com que eles deem certo.

BGBG

Juliana Freire 1ºA

Anônimo disse...

ta dizendo no texto que num é pra usar como arma mas tem muita gente que sua tipo pra algumas pessoas num adianta aprender isso na escola pq se todos tivessem aprendido direito num teira tanto preconceito e descriminação no mundo...

Kim 1B

Doug-1A disse...

é, eu concordo. Como não podemos mudar a história em hipótese alguma, também não podemos falar se está totalmente correta ou não. Tipo hoje, o Germano falou da mesopotâmia, dos povos que habitaram lá e etc.. não da pra chegar e falar 'ninguém viveu lá antes de 4000a.C. e acabou!' não tem nada documentado, entoão nao podemos provar nada, por isso acho que 'historia eh um estudo de provas feitas', quando pensamos em alguma duvida agente pode refletir e pensar no que realmente aconteceu, mas simplesmente concluir q foi aquilo e acabou, sem prova alguma, acho q eh um grande erro xD. Enfim, o que eu quis dizer é q nao da pra simplesmente julgar/dizer algo sem provas.

Raquel disse...

Muitas pessoas vão criticar o que eu vou dizer mas a História É uma verdade ABSOLUTA! Pensa: o que aconteceu, aconteceu e ninguem vai mudar. Agora o que vai mudar é a opinião das pessoas a respeito do que aconteceu e o que elas vão encontrar a respeito deste fato, por exemplo: uma historiador(sei lá alguem que procura coisas pelo mundo) encontra alguns objetos e diz que naquele lugar aconteceu tal coisa e vem outra pessoa e diz que lá aconteceu outra coisa (então a história teria mudado? não!), veja a opinião deles é diferente, mas o que REALMENTE aconteceu naquele lugar é uma verdade absoluta sendo ela revelada ou não, então a história é uma verdade absoluta.

Raquel Simionato 1ºA

Matheus disse...

@Raquel
Eu não concordo mesmo com essa sua afirmação :). Porque, veja bem: "o que REALMENTE aconteceu naquele lugar é uma verdade absoluta sendo ela revelada ou não, então a história é uma verdade absoluta."
Se ela não foi revelada como saberemos se é verdade, quanto mais absoluta?

Se não foi isso o que você quis dizer então eu não entendi o que você quis mostrar.:)

Raquel disse...

@Matheus

O que eu quero dizer é que o fato que aconteceu não muda, mas o pensamento das pessoas a respeito de alguma coisa que elas acharam sobre este fato pode variar e cada uma montar a sua história. Mas veja bem: a história de cada uma das pessoas é diferente, mas a história verdadeira (o que realmente aconteceu naquele lugar) não vai mudar.
Entende o que eu digo? Sei lá é meio filosófico o que estou tentando dizer..

Sarah Carnevalli disse...

Eu achei legal a parte que a história nunca se limita ,pois eu andei pensando ela nunca se acaba pois ela é o nosso presente nós vivemos a história ,ela faz parte da nossa vida ,nossa vida é uma história que nunca se acaba até nós morrermos.
Eu também acho legal que a história não se liga só a essa matéria mas a todas como por exemplo: matemática.Se não houvesse história nós não saberíamos como os antepassados que não conheciam os números como nós conhecemos hoje,faziam para contar.Por meio da interpretação de dados conseguiram saber isso.
A história não é verdade absoluta pois não sabemos se os dados que interpretamos são verdadeiros ou não.
Obs: Germano seu blog ficou muito legal .
Ass:Sarah Carnevalli 8 A

Anônimo disse...

ae germano, dahora esse post. deixou bem claro que sem a historia, muitas coisas perdem o sentido, é por isso que devemos estudar o passado para entender o presente e possivelmente planejar o futuro.
João 9ºB

Anônimo disse...

eu acho a história muito importante porque sem ela como itiamos sabre o que aconteceu no passado para comparar com o presente e pensar no futuro
Anton 8 A